Suas características clínicas. | 16 JUL 21

Nistagmo agudo na pediatria

Apresentação e tratamento do nistagmo agudo em serviços de emergência pediátrica.
Autor/a: Giacomo Garone, Agnese Suppiej, Nicola Vanacore, Francesco La Penna y colaboradores Pediatrics. 2020;146(2)
INDICE:  1. Texto principal | 2. Referencias bibliográficas
Texto principal
Introdução

O nistagmo é uma oscilação anormal, rítmica e repetitiva dos olhos que pode acarretar a capacidade de enxergar, dificultando a fixação do olhar no objeto.

É um sinal de disfunção cerebelar, vestibular ou visual. Com base na idade de início, o nistagmo é geralmente classificado como nistagmo infantil, que aparece nos primeiros 6 meses de vida, e nistagmo adquirido, que aparece mais tarde.2

Em um único estudo retrospectivo de base populacional em crianças e adolescentes, a incidência anual estimada foi de 6,72 por 100.000 habitantes com menos de 19 anos.3 No entanto, sua incidência no ambiente de atendimento de emergência é desconhecida. Dado o amplo diagnóstico diferencial de nistagmo agudo (NA), sua avaliação clínica pode ser desafiadora.4

Diante de uma criança com NA, a preocupação médica é excluir que o nistagmo seja o sinal de um distúrbio neurológico significativo que precisa de intervenção imediata.1 Em poucos estudos anteriores, limitados à população adulta, os autores investigaram as características clínicas, as causas subjacentes, e o manejo da NA no serviço de emergência.5,6 No entanto, o espectro de distúrbios que causam disfunção neurológica aguda em crianças difere significativamente daquele de adultos.7,8

 

Comentarios

Para ver los comentarios de sus colegas o para expresar su opinión debe ingresar con su cuenta de IntraMed.

Contenidos relacionados
Los editores le recomiendan continuar con las siguientes lecturas:
AAIP RNBD
Términos y condiciones de uso | Todos los derechos reservados | Copyright 1997-2021