Um alerta da COVID-19 | 23 JUN 21

Aumento da paralisia facial durante a pandemia COVID-19

Altas taxas de paralisia espontânea do nervo facial do neurônio motor inferior (VII)
Autor/a: M. Zammit, A. Markey and C. Webb Fuente: The Journal of Laryngology and Otology A rise in facial nerve palsies during the coronavirus disease 2019 pandemic
Objetivo

Um aumento na paralisia espontânea dos neurônios motores inferiores do nervo facial (nervo craniano VII) foi observado durante o surto da síndrome respiratória aguda grave do coronavírus 2 no serviço de emergência.

Métodos

Realizou-se uma revisão retrospectiva da paralisia do nervo craniano VII de fevereiro a junho de 2020 e os achados foram comparados com os casos revisados no ano anterior. A incidência da síndrome respiratória aguda severa do coronavírus 2 da coorte foi comparada com a população de Liverpool.

Resultados

A incidência de paralisia dos nervos cranianos no período de 2020 foi de 3,5 por cento (30 de 852), 2,7 maior do que a taxa do ano passado de 1,3 por cento (14 de 1081), que foi uma diferença estatisticamente significativa (p <0,01).

Dois dos 17 pacientes em nossa coorte testaram positivo para síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (11,8%), em contraste com a incidência de síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 de Liverpool (0,5%).

Conclusão

O coronavírus 2 pode ser responsável por um número elevado de paralisias do nervo facial. É importante que os médicos estejam cientes de que esta pode ser uma apresentação inicial da doença.

Comentários

 

Durante a pandemia COVID-19, vários centros médicos citaram várias complicações neurológicas e de múltiplos órgãos. Nos ambulatórios de emergência de ouvido, nariz e garganta, a equipe clínica ficou alarmada com as altas taxas de paralisia do neurônio motor inferior (VII) do nervo facial recebidos.

Acredita-se que a paralisia do VII nervo craniano seja uma reação inflamatória induzida por vírus, embora os mecanismos exatos permaneçam incertos.

Um curso de esteroides é o tratamento recomendando, com bom prognóstico.

A partir de uma pesquisa bibliográfica, os autores relataram casos de paralisia do nervo periférico e possível paralisia do nervo facial secundária à infame Síndrome Respiratória Aguda Grave do Coronavirus 2 (SARS-CoV-2). Isso os levou a realização de uma revisão retrospectiva de pacientes com paralisia VII encontrados ao longo de um período de seis meses.

O que encontramos?
 

Comentarios

Para ver los comentarios de sus colegas o para expresar su opinión debe ingresar con su cuenta de IntraMed.

CONTENIDOS RELACIONADOS
AAIP RNBD
Términos y condiciones de uso | Todos los derechos reservados | Copyright 1997-2022