A diarreia é subestimada? | 26 MAR 20

COVID-19 Compromisso digestivo: O elo perdido?

O trato gastrointestinal é destacado como uma rota potencial de invasão e transmissão do SARS-CoV-2
Autor/a: W. Liang, Z. Feng, S. Rao y colaboradores Fuente: Gut Diarrhoea may be underestimated: a missing link in 2019 novel coronavirus

Uma série de casos de pneumonia causada pelo novo coronavírus de 2019 (COVID-19) são relatados globalmente. De acordo com publicações recentes, os sintomas mais comuns em pacientes infectados com COVID-19 foram febre e tosse. No entanto, a incidência de outras características clínicas difere em diferentes relatórios.

Para resolver esse problema, os autores coletaram dados de três relatórios e descobriram que a incidência de leucopenia, febre e diarreia em todos os três estudos mostrou uma diferença estatisticamente significativa.

Dentre esses sintomas, a diarreia apresentou o menor valor de p (p = 0,016), sugerindo que os critérios de diagnóstico de diarreia podem ser diferentes nos diferentes hospitais. Devido a critérios diferentes, os médicos podem subestimar o valor desse sintoma na prática clínica e pode afetar a precisão diagnóstica preliminar.

O receptor ECA2 é altamente expresso no intestino delgado humano

Estudos recentes mostraram que a proteína spike (S) da COVID-19 compartilhava o mesmo receptor de entrada celular ECA2 que o SARS-CoV. Em termos da importância de ECA2 na modulação da inflamação intestinal e diarreia, os perfis de expressão de ECA2 em vários tecidos humanos foram examinados e ECA2 mostrou ser altamente expresso no intestino delgado humano. Curiosamente, o nível de RNA de ECA2 era bastante baixo em tecidos pulmonares de doadores saudáveis.

 

Comentarios

Para ver los comentarios de sus colegas o para expresar su opinión debe ingresar con su cuenta de IntraMed.

Contenidos relacionados
Los editores le recomiendan continuar con las siguientes lecturas:
AAIP RNBD
Términos y condiciones de uso | Todos los derechos reservados | Copyright 1997-2021