Necessitamos de um novo marco teórico | 11 MAY 21

Dor e fadiga: desafio no diagnóstico

Propõe-se a existência de associação entre dor crônica, fadiga, hipermobilidade, ansiedade e disautonomia.
Autor/a: Jessica A EcclesA y Kevin A Davie Clinical Medicine 2021 Vol 21, No 1: 19.27
INDICE:  1. Texto principal | 2. Referencias bibliográficas
Texto principal
Carga clínica da dor crônica e fadiga

Clinicamente, é muito importante acrescentar o conhecimento em relação a dor e a fadiga, já que são as queixas mais frequentes dos pacientes. Quando esses sintomas são persistentes ou inexplicáveis se associam com pior qualidade de vida e maior custo na atenção médica.

  • A fibromialgia é caracterizada por dor crônica e fadiga, que são descritas como sintomas funcionais.
  • A encefalomielite miálgica ou síndrome da fadiga crônica (EM/SFC) é uma condição crônica complexa, caracterizada por sintomas que incluem fadiga e mal-estar que piora após o esforço, disfunção cognitiva e imunológica, sono não restaurador, dor, disfunção autonômica, sintomas neuroendócrinos e imunológicos.
  • A dor crônica afeta de um terço até metade da população do Reino Unido, onde a prevalência estimada de fibromialgia é de 5%.
  • Em uma amostra populacional de pessoas de meia-idade, a fadiga estava presente em 1 em cada 5 indivíduos.
 

Comentarios

Para ver los comentarios de sus colegas o para expresar su opinión debe ingresar con su cuenta de IntraMed.

AAIP RNBD
Términos y condiciones de uso | Todos los derechos reservados | Copyright 1997-2021